Abandonada há mais de 10 anos, Estrada da Caroba está sendo recuperada pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Nioaque

  • Obras [Notícias]
  • 28/06/2019 às 07:53hr atualizado 28/06/2019 às 08:07hr
  • Fonte: Site Vox MS

Abandonada há mais de 10 anos, A Estrada da Caroba, está sendo recuperada e cascalhadada pela AGESUL (Agência de Gestão de Empreendimentos). Trata-se de uma das principais vias de escoamento da produção que corta a zona rural do município e o transporte escolar.

Com mais de 60% da população residindo no campo, o município tem uma das maiores malhas de estradas municipais, sendo interligado a apenas uma rodovia estadual (MS - 347), por apenas 25 km. A manutenção das estradas vicinais é primordial para atender a população agropecuária e acesso aos 12 assentamentos rurais, quatro aldeias indígenas e cinco comunidades quilombolas. A estrada da Caroba atendo ao Assentamento Palmeiras, com 200 famílias.

"A àrea rural do nosso município é extensa, sem parcerias não é possível recuperar, a falta de recursos e pouco maquinário impede a prefeitura de trabalhar em regiões distintas ao mesmo tempo", afirmou o Prefeito Valdir Júnior, ao agradecer o apoio do Governador Reinaldo Azambuja, "esse serviço tem sido feito de forma paliativa, mas com a parceria do Governo do Estado a Estrada da Caroba está sendo levantada e cascalhada, dando uma sobrevida maior" finaliza o Prefeito.

                                        Uma nova estrada

Sem manutenção por uma década, com a Prefeitura realizando serviço emergencial com a ajuda de alguns produtores locais, esta via de escoamento encontrava-se em estado precário de preservação. Cortada por minadouros, a estrada apresentava erosões, buracos e alagamentos, impedindo o tráfego em épocas de chuvas. "A maior dificuldade agora é a falta de apoio de alguns fazendeiros para que a AGESUL implante bacias de contenção". explicou o Prefeito.

Nesta semana, ao realizar inspeção à obra em execução há um mês, o chefe da regional em Jardim, Edmíson Nogueira Escobar, informou que mais de 120 km da estrada já recebeu serviço de raspagem e levantamento do leito, com 40 km de revestimento primário implantado. O acúmulo de areia ao lado das cercas das propriedades rurais e o solo úmido são as principais dificuldades para acelerar o serviço e garantir um tráfego normal e seguro.

"O aspecto e a trafegabilidade da estrada já melhoraram de forma significativa e os produtores e assentados estão muito contentes" Afirmou Edmílson Escobar, estimando que o serviço seguirá por mais 20 dias.


NIOAQUE CIDADE LIMPA |

Matérias Relacionadas à

Notícias | Obras

ver todas